ASSUMPTIONS

Assumptions > Sunday, 06-06-2010, 21hr(gmt) – 17rh Brasil – on Radio zero

Re-run all week long HERE

BY J

We assume all the time. At least I assume lots. But as that saying goes..”assumption is the mother of all fuck ups”, sometimes people have surreal assumptions, or have they?! The point is paranoia does not come from nowhere. It doens’t just start without any apparent reason whatsoever. In my experience, assumptions are based on facts that sometimes can be taken to another dimension, according to the individual’s imagination and current state of mind.

I believe people who assume too much, or too far out, should not be responsible for their surreal imagination. Society should, their experiences should. There’s a lot more to what the eye can see that’s not been considered. I have seen people telling the truth and be put away because the truth did not glad others. Thats pretty fucked, really. But as the time goes by, people, that include me, must deal with their (un)real assumptions and we have to learn to take advantage of our little paranoias. At the end of the day, a little freak out surreal paranoia is good for our own protection. Watch and you shall be watched!

The fact is that people normally believe in their assumptions and they turn them into their  own reality. Most of the time, others are afected and the boundaries between dreams and reality get blured. For those looking at this hole mass of madness from outside, with their feet on the ground, it can be funny, if it wasn’t so sad, really.

This message goes to all those people pretending to live a lie, incorporating silly ideas into their lives, desrespecting other’s privace and jugding people for their mistakes. For those trying to make their life less shit then it already is. Just wake up and smell the shit that is coming from the air, look around and be aware of what you are doing. Tv is not reality, big brother was made for you to pay the bills of high-position executives that are laughing their asses of right now with your money. Heroes is a TV series. There are no fucking heroes, just people trying to get by, one way or another.

Reality is beatifull, and ugly, and sick…….. just deal with it…...thinking is difficult, thats why so few people are really doing it.


Paranóia é uma psicose que se caracteriza pelo desenvolvimento de um delírio crônico (de grandeza, de perseguição, de zelo etc.), lúcido e sistemático, dotado de uma lógica interna própria, não estando associado a alucinações. A paranóia não acarreta o deterioramento das funções psíquicas externas à atividade delirante. Estas duas últimas características a distinguem da esquizofrenia.

Um sistema delirante amplo e totalmente defasado da realidade pode coincidir com áreas bem conservadas da personalidade e do funcionamento social do sujeito, pelo que a repercussão da paranóia no funcionamento geral do indivíduo é muito variável – a bizarria dos comportamentos do indivíduo depende do âmbito mais ou menos restrito do sistema delirante, pois a atitude geral é coerente com as convicções e suspeitas; por exemplo, quando o delírio é amplo, integrando todos os familiares ou colegas de trabalho num conflito prejudicial ao sujeito, as suas atitudes de defesa e/ou de vingança tornam-se tão inadequadas e graves que conduzem a graves defeitos pessoais e sociais. Os conteúdos típicos dos delírios incluem a perseguição, o ciúme, o amor (erotomania) e a megalomania (crença na própria posição e poder superiores).

Na verdade a pessoa acredita piamente em suas próprias suposições. Supor que algo vá acontecer ou que já aconteceu não significa que o fato seja real. Mas eu acredito que estas suposições não são originadas do vácuo. Existe sempre alguma coisa que inicia tais suposições, as vezes aparentemente irreais mas muitas vezes verdadeiras. Vai depender muito da pessoa em questão. Aqui entra a hierarquia social. Uma pessoa bem sucedida, na verdade eu não sei o que isto quer dizer mas…., nunca será tida como paranóica se supor algo aparentemente surreal, retratado em outro filme chamado ‘Psicopata americano’. Então esta questão vai muito além do simples fato de ser ou não ser verdade. Entra questões muito mais amplas como classes sociais, status e outras coisas que dão respaldo para aquele que supõe. Esta suposições são baseadas em fatos que realmente aconteceram mas as vezes as pessoas tendem a distorcer ou criar um realidade paralela e o mais interessante é que acreditam nessas suposições para melhorare ou destruirem suas próprias vidas. Eu aprendi a lidar com essas suposições fazendo que me ajudem na vida secular, me protegendo e me deixando mais consciente daquilo que pode ou não estar acontecendo.

Como na vida, estas suposições raramente são solucionadas. Eu logicamente tenho suposições e estas não foram e talvez nunca serão desvendadas, então a pessoa fica em um vácuo inconsciente onde ela começa a acreditar que talvez esteja conscientemente fugindo da própria realidade, quando poderia ser tudo verdade. Ajuda nestes momentos são escassas e pífias, que não geram resultados plausíveis. No filme assim como na vida real, respostas não são encontradas mas questões são levantadas a todo momento, e as pessoas que se interessarem pelo filme talvez irão começar a fazer perguntas para suas próprias vidas. Isto, na minha ridícula opinião, constitue uma obra de arte, fazer com que as pessoas pensem, reflitam e tragam para suas vidas o que estão deslumbrando. Por que, no final, a realidade é, e sempre será, condicionada assim como criada pela mente daquele que a concebe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s