Desrespeito como cultura

Cada vez mais vejo o desrespeito como cultura. O desrespeito parte de todo lugar mas principalmente o praticado pelas pessoas, como eu é aterrorizante. Casais de jovens, com ou sem filhos, começam a se mudar para cidades pequenas, o êxodo acontece outra vez, de fora para dentro, do fim para o início, tudo se volta para onde se começou, a zona rural que hoje não é mais rural. Pessoas buscam relações mais humanas, eufemismo, gastos mais baixos, utopia, procuram menos responsabilidades, fuga, menos poluição, menos risco de morte, ilusão e realidade se fundem numa pintura surrealista de Dalí. 

salvador-dali-pinturas-7

Exemplos bons são cada vez mais raros. ‘São Paulo não está dando certo’ deveria ser a chamada ao invés de ‘São Paulo que deu certo’. Devassidão moral e ética de pessoas que perderam a noção de espécie, não sabem o que significa ser humano nos dias de hoje. Celular, aplicativos, não viva sem eles, gadgets tomam conta da personalidade de muitos, você passa a ser aquilo que possui, o que está na tela de seu celular, você é os aplicativos que usa no seu mais atual smartphone que não serve para nada de útil. Perdidos sem causa, ofendemos nossos ‘colegas’ humanos deturpando tudo aquilo que um dia pode ser chamado de humano.

MENINO SUJO

Nível de escolaridade não é mais importante do que os amigos dos amigos que você conhece pelas redes sociais de alguém que sabe onde tem um emprego que ‘é a sua cara’. Anos de estudo e dedicação de pouco valem agora que você conhece alguém ‘importante’. 

LIXO

Andar pela rua, de carro ou de a pé, é uma viagem a um mundo sombrio. A educação parece não existir, bom senso, o que significa mesmo? Nada faz mais sentido do que pegar o melhor lugar para estacionar o carro, ou sentar num ônibus lotado, de volta para casa e de volta outra vez para lugar nenhum. 

Sinto falta de uma pergunta simples, como você está? tudo bem? são raridades, pérolas esquecidas nas profundezas da humanidade que poucos se atrevem a resgatar. ‘Quando a esmola é muito até o santo desconfia.’ Infelizmente escuto estas coisas quando pessoas se deparam com seres humanos educados, bondosos, felizes, de bem com a própria vida, não com a dos outros. Ser bom hoje é ser estranho. Todo ato de bondade hoje é visto como estranho.

POLICIAL LUTANDO

E hoje eu fico com a lembrança de um lugar, bem longe daqui, onde as pessoas não buzinavam no trânsito, não cortavam sua frente, não passavam acelerando no sinal amarelo, abriam portas, diziam obrigado, pediam por favor. Talvez esse país hoje possa parecer outro planeta, mas não ele existe e é habitado por seres humanos e não por pessoas alienadas pelo sistema, pela mídia e pela vida em si.

Conect_Love

Não se deixe corromper por um presente que não tem passado nem futuro. Buda

 Baseado no artigo de Ruth de Aquino para a Época

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s