A volta da ROJO

Depois de 2 longos anos a revista ROJO vai voltar a ser publicada em forma impressa num novo formato. Vai ser vendida pelo mundo todo exclusivamente sob demanda. Chamada ROJO®book, será uma mistura de seleções de peças enviadas por artistas, e explorações dos seus idealizadores e as melhores peças de seus artistas, tudo remixado, misturado e atualizado, servido somente sob demanda.

Imagem

Seus trabalhos são altamente variados e na verdade eles prezam pela diversidade das submissões o que é extremamente benéfico para os leitores pois a cada página algo totalmente aleatório e inesperado pode surgir de qualquer parte do mundo. Suas páginas contêm trabalhos em 3d ou colagens simples mas sempre com algo de diferente e criativo o que são a marca registrada da ROJO que traz algo sempre inovador para seus leitores se deleitarem visualmente.

Imagem

 

Para quem não conhece a ROJO magazine é uma publicação que já existe a mais de 10 anos e foi impressa mais de 40 issues de artes visuais de primeira linha com artistas de ponta mostrando seu trabalho na mídia impressa. Uma das melhores fontes de inspiração que existe no momento. Alegra-nos todos artistas e aficionados por arte que ROJO voltará a ser impressa. O Interessante da ROJO é a maneira pela qual foi concebida, através da arte de outros artistas que enviam seus trabalhos para a revista e depois de uma seleção são mostrados em forma de mídia impressa para o mundo todo o que inspira pessoas de todo mundo a enviarem trabalhos para a ROJO pelo simples fato de terem a oportunidade de serem publicados. Esta iniciativa começou com a ROJO ou esta revista foi uma das primeiras a incentivarem este tipo de trabalho colaborativo que me alegra bastante pois sou um adepto do trabalho colaborativo em qualquer mídia. Vida longa a ROJO e vou ter que aumentar a dose de meu ansiolídico para compensar a espera da primeira edição depois de tanto tempo!  

Imagem

HARD TO “SEA” BEAUTY

I have been thinking about the whole deal with life on earth and, I haven’t reached any conclusions yet but I believe humans are not supposed to be on it. The earth is almost all covered in water, therefore, we humans had to adapt, in a quite considerable way in order to live in this planet. Different from the oder animals that are almost like meant to be on the earth, we had to create cities, skyscrapers, houses, boats, cars, airplanes and all that cloathing thing, we have to wear clothes and suck the earth’s natural resorts dry in order to live.

But the real beauty is in the sea. I love to watch discovery channel and drull marvelling myself with the wild life in the sea. It’s visual beauty is almost hypnotic. I have found some images that I would like to share, because beauty is everywhere and can be found even on the smallest creatures living around the sea.

Acantharian
This amoeba grows fragile, crystal shells of strontium sulphate. They’re found almost everywhere across the world’s oceans and lead their adult lives within 300 metres of the surface. During reproduction, the amoeba walls itself in and forms a cyst. This cyst falls like a microscopic snowflake towards the seabed. They have been found as deep as 2000 metres.

Foraminifera
These examples, found in the Sargasso Sea, build bubble-like defences of calcium carbonate or silicates. Within them live single-celled jelly-like plankton.

Microbial mat
Microbial mats, thought once to have covered early Earth, are now restricted to regions of extreme conditions where competitors cannot survive: salt marshes, arid temperate deserts, hot springs or Antarctica.

Pyrocystis
The chloroplasts of this bioluminescent dinoflagellate follow the sun across the cell. This individual is dividing – the separated nuclei are visible above and below the central knot of photosynthetic material

Font > New Scientist